NOÇÕES BÁSICAS SOBRE MEDIUNIDADE

O QUE É MEDIUNIDADE

    Faculdade que dota o homem de sensibilidade permitindo a percepção e interação com o mundo espiritual. Conforme sua intensidade viabiliza a plena comunicação entre os dois ambientes.

    Faculdade natural inerente do corpo orgânico considerada como outro sentido psíquico.

O MEDIUM

    Ser dotado de faculdade que o permite interagir entre os ambientes espirituais e materiais possibilitando agir como intermediário entre as comunicações.

    Quando apresenta-se marcante e forte diz-se que o médium é ostensivo. Quando sutil e rudimentar, de fenômenos esparços e esporádicos de pouca intensidade, diz-se que o médium tem mediunidade oculta. Este último tipo corresponde a todos os homens.

    O primeiro tipo refere-se aquelas pessoas que têm a capacidade de utilizar a mediunidade para trabalhar em mesas mediúnicas e utilizar seu potencial para ajudar e beneficiar a todos os que necessitem.

FENÔMENOS MEDIUNICOS – INTELIGENTES
        • Sensitivos
  • Vidência
  • Audiência
  • Sensitividade

Os fenômenos classificados como de Efeitos Físicos são aqueles cujas ações são dirigidas para o ambiente material ou as coisas materiais. Os efeitos dessa mediunidade são percebidos por qualquer pessoa que os possa presenciar. Podem ser efetivadas por movimento de objetos, pancadas, sons, materializações, curas e etc.

Exemplos:

Faculdade mediúnica da parcepção do nível vibratório do campo fluídico.

Através dessa faculdade o médiun "sente" o tipo de vibração existente em um ambiente ou presente em pessoas ou coisas.

A sensibilidade do médium ultrapassa a capacidade física e passa a perceber também o campo fluídico do ambiente e interpretar as sensações classificando-as.

FENÔMENOS MEDIUNICOS – FÍSICOS

As doenças do corpo físico tem origem e reflexos também no corpo perispíritico. Muitas vezes os excessos configuram desequilíbrio do perispírito e, por conseqüência, desajustam o corpo físico e favorecem o aparecimento de males e doenças.

Um períspírito saudável redundara’ num corpo físico saudável.

A cura pela ação fluídica se dá pela ação da conjugação de fluidos agindo sobre o períspírito e refletindo no equilíbrio do corpo físico.

O poder da cura está na razão direta:

  • Da pureza dos fluidos produzido
  • Fé e vontade de fazer o bem e desejar a cura
    • Ação do pensamento, direcionando os fluidos para o fim desejado

Porém a mediunidade de cura se dá pela energia e instantaneidade da ação curadora. O médium de cura age pelo contato com o enfermo.

Os Espíritos combinam os fluidos e por ação magnética atuam diretamente sobre a parte do corpo perispiritual e físico que encontra-se desequilibrada.

Fenômeno pelo qual os Espíritos constroem algo material (objeto ou corpo) a partir da manipulação do ectoplasma em combinação com os fluidos do ambiente e do Espírito.

O Médium em transe fornece o Ectoplasma necessário para o fenômeno. Os Espíritos combinam este ectoplasma com os fluidos do ambiente e moldam as formas e os corpos desejados.

Durante o fenômeno o médium apresenta sensível perda de peso(matéria) e sensações de frio.

Ao final da manifestação o corpo materializado se disssolve e os seus elementos retornam aos corpos de origem.

 

MENSAGENS  PARA REFLEXÃO

"O intercâmbio mediúnico é um acontecimento natural e o médium é um ser humano como qualquer outro.Todo o bem puro e nobre procede de Jesus-Cristo, nosso Mestre e Senhor.
A mediunidade nunca será talento para ser enterrado no solo do comodismo.
Prosseguir sem vacilações no consolo e no esclarecimento das almas, esquecendo espinheiros e pedras do vale humano, para conquistar a luz da imortalidade que fulgura nos cimos da vida."
 

Conduta Espírita, Lição 27 – Perante a Mediunidade. André Luiz

"E nos últimos dias acontecerá, diz o Senhor, que do meu espírito derramarei sobre toda a carne" ATOS 2:17